Subscribe:

Ads 468x60px

20 de junho de 2011

CULTURA POPULAR

CTN Gonzagão está com tudo pronto para realizar sua 17ª Festa de Vaquejada


Presidente da entidade, José Ribamar estima que 20 mil pessoas prestigiem o evento neste ano

O Centro de Tradições Nordestinas – CTN Gonzagão de Tangará da Serra realiza entre os dias 08 e 10 de julho, sua 17ª Festa de Vaquejada, um dos maiores eventos do gênero na região Centro-Oeste do Brasil.

De acordo com o presidente da entidade, José Ribamar de Sousa, a abertura obedecerá ao mesmo programa das festas anteriores. Na sexta-feira, dia 08, ocorrerá o tradicional desfile dos vaqueiros, com saída às 8h, da Praça dos Pioneiros, percurso pela Avenida Brasil e destino ao CTN.

A partir das 20h, na sede da entidade, acontece a celebração da Missa dos Vaqueiros, o asteamento das bandeiras dos 09 estados nordestinos e um forrozão ao modo pé de serra com a banda Chama do Forró.

O início da vaquejada está previsto para as 14h, do dia 09, e à noite, mais uma festa dançante no espaço de eventos do clube será realizada. No domingo, a vaqueirama começa a competir a partir das 9h. Ao meio dia será servido suculento almoço à base de comidas típicas do sertão nordestino, com buchada de bode, sarapatel, cuscuz e outras delícias regionais.

VAQUEJADA – É importante ressaltar que a Vaquejada promovida pelo CTN Gonzagão vem se tornando a cada ano mais famosa nessa região do País. A festa está cada vez mais popular.

“A diretoria vai trabalhar mais uma vez para agradar a todos quantos comparecerem a esse tradicional evento turístico e cultural de nossa cidade”, observa Ribamar.

Já com relação à presença de público, o presidente do CTN acredita que neste ano mais de 20 mil pessoas devam passar pelo local no decorrer dos três dias de festa.

FESTIVAL DE PRÊMIOS – No domingo, dia 10, ocorrerá como em todos os anos, o tradicional show de prêmios. Neste ano serão sorteados 01 carro (Ford Ka) e 04 motocicletas (Fan – Honda).

Qualidade do ensino a distância


De 56 instituições particulares de ensino que oferecem cursos de graduação à distância no Brasil, só duas obtiveram a nota máxima em um ranking preparado pela ABE-EAD (Associação Brasileira dos Estudantes de Educação à Distância).

Em uma escala de um a cinco pontos, a FGV (Fundação Getulio Vargas) e a AIEC (Associação Internacional de Educação Continuada) ficaram com a primeira e a segunda posição no ranking, respectivamente. Ambas obtiveram nota cinco.

Foram ouvidos 15.012 estudantes das faculdades e centros universitários avaliados pelo estudo. Cada um deles respondeu a um questionário com 40 perguntas sobre a qualidade do ensino adquirido – a ABE-EAD não levou em consideração a metodologia das aulas dadas, nem o número de alunos em cada curso.

Ricardo Holz, presidente da associação, explica que as perguntas foram direcionadas exclusivamente à opinião dos estudantes. Entre os pontos avaliados estão: a qualidade dos cursos, o material usado nas aulas, o sentimento de aprendizado real ou a falta desse sentimento, e, principalmente, a rapidez dos professores para responder as dúvidas dos estudantes – geralmente por e-mail.

Segundo Holz, a demora na resposta é “o maior problema da EaD (Educação à Distância)”.

- Tem professor que demora três dias para responder [à pergunta do estudante]. Se o aluno não recebe logo a explicação de uma dúvida, ele logo se desmotiva. Por isso, é um ponto muito importante.

Fonte: site R7.com

0 comentários:

Postar um comentário

 
Blogger Templates