Subscribe:

Ads 468x60px

26 de setembro de 2011

Riva defende implantação de campus da UFMT em Mirassol D´Oeste

Da Assessoria

Para fortalecer o ensino superior e dar oportunidade de acesso à população do Vale do Jauru, o presidente do Poder Legislativo, deputado José Riva (PP) recorreu nesta semana ao ministro da Educação, Fernando Haddad. Por meio de uma indicação, Riva mostrou a necessidade da implantação de um campus da Universidade Federal de Mato Grosso – UFMT, na cidade-pólo de Mirassol D’Oeste, que reúne condições favoráveis para atender também a população dos 13 municípios que compõem a região.
Riva destaca o crescimento do índice de jovens e adultos que pretendem ingressar numa universidade. Em Mirassol D’Oeste a situação não é diferente. Está em pleno desenvolvimento e recebe cada vez mais novos moradores, aumentando significativamente a demanda pelo ensino superior. “Por isso, conto com o especial empenho das autoridades competentes para a efetivação dessa indicação, que trará benefícios imensuráveis à população”.
De acordo com o prefeito Aparecido Donizeti da Silva (PT), a prefeitura tem concentrado esforços para fortalecer o ensino superior do município. Atualmente, há um convênio com a Unemat para ministrar os cursos de Ciências Contábeis, já concluído, e Zootecnia, em fase de conclusão. A intenção é de firmar nova parceria para cursos como o de Direito, Administração e Pedagogia.
Para o prefeito, a união de forças será fundamental para a efetivação do campus. “Inclusive já elaboramos o plano socioeconômico para a reitoria da UFMT. O apoio do presidente Riva é muito importante para toda a região”.
No primeiro semestre deste ano, o presidente Riva atender em seu gabinete alguns estudantes da Faculdade Rezende de Freitas que pediram o seu apoio. Com sede em Itaúba, a faculdade oferecia cursos de extensão em Mirassol D´Oeste, mas foi fechada pelo Ministério Público Estadual, por não ser reconhecida pelo Ministério da Educação – MEC. Aproximadamente 250 alunos foram prejudicados e entraram na Justiça para tentar reverter a situação. O mesmo aconteceu com a extensão de Pontes e Lacerda. “Estamos numa grande batalha para resolver essa questão”, concluiu o prefeito Silva.

0 comentários:

Postar um comentário

 
Blogger Templates