Subscribe:

Ads 468x60px

21 de fevereiro de 2014

Legislativo de Brasnorte “engrossa a voz” contra empresários que abandonaram frigorífico

Imóvel está há quatro anos abandonado
às margens da MT - 170
Legislativo cobra ação de empresários
Gazeta do Noroeste

A Câmara Municipal de Vereadores de Brasnorte, região noroeste de Mato Grosso, engrossou a voz na sessão realizada, nesta quinta-feira (20), contra a empresa que adquiriu o imóvel para instalação de um frigorífico às margens da MT – 170, neste município. Pelo menos dois vereadores, o presidente da Casa, Pedro Coelho (PT) e Roberto Preto (PMDB), chegaram a classificar a não-conclusão da obra como “Palhaçada”, e “falta de respeito” com a população brasnortense.

Bastante chateado, o vereador Roberto Preto disparou da tribuna que o que deveria ser feito pelo município, via judiciário, seria a posse do imóvel com vistas a transformá-lo com apoio dos governos federal e estadual em um hospital regional.

“Esses empresários que compraram o imóvel precisam ter mais respeito com o município de Brasnorte. Nós fizemos a nossa parte doando um terreno e centenas de horas de trabalho de máquinas pesadas e funcionários públicos para quê? Pra eles depois abandonarem tudo deixando nossa população como outrora, sem emprego e reclamando que as coisas não acontecem em nosso município? Questionou o vereador peemedebista.

O presidente Pedro Coelho também cobrou dos empresários, respeito com os compromissos assumidos por eles com o município de Brasnorte. “Não aguentamos mais tanta cobrança da população. É pressão de todos os lados. Nós não somos palhaços para ninguém ficar brincando com a nossa cara”, fizou.

TAC – Na sessão de ontem, foi comentado ainda que está previsto para o dia 5 de março, a assinatura de uma Termo de Ajustamento de Conduta – TAC, entre os proprietários do imóvel e o Ministério Público Estadual. Pela versão da Câmara de Vereadores, o MP quer que um compromisso seja assumido pelos empresários apontando um prazo para conclusão das obras e início de funcionamento do frigorífico. 

0 comentários:

Postar um comentário

 
Blogger Templates