Subscribe:

Ads 468x60px

31 de março de 2014

Sem ‘segurança padrão FIFA’ Polícia Federal poderá ‘barrar’ inauguração da Arena Pantanal

Vexame a vista! Mais um.  Apenas mais um  problema envolvendo a Arena Pantanal. A Polícia Federal poderá pedir o embargo da realização da partida entre Mixto e Santos pela Copa do Brasil, marcado para esta quarta-feira, 2. O jogo – mesmo com a obra inacabada – marca a inauguração da praça esportiva, construída para sediar quatro jogos da Copa do Mundo em julho. O caso agora envolve a segurança dos torcedores por parte da empresa contratada para cuidar do ‘espetáculo’.

Cuiabá não possui mão de obra especializada para trabalhar em grandes eventos. A denúncia diz que os vigilantes tem que ter o curso de segurança. Mas em todo Estado não ha nem uma dúzia de pessoas que possuem este curso. Desta forma, o chefe da Delegacia de Controle de Segurança Privada da Polícia Federal (DELESP), delegado Luciano Azevedo Salgado, informou que sem esta qualificação do padrão FIFA, o evento está, de fato, sob risco.

A FIFA, de acordo com o delegado, exige no mínimo mil homens preparados para Copa. Sem isso, ele afirma que irá ocorrer um intervenção por motivo de falta de segurança adequada, podendo impedir a realização do jogo de inauguração, como também os jogos da Copa.

Alguns especialistas em segurança disseram que o tempo é exíguo. Faltam pouco mais de 70 dias para iniciar o Mundial e fica praticamente impossível realizar um curso intensivo para preparar esses mil homens para Copa. O curso deveria estar disponível para a população há mais tempo.

Outras suspeitas decorrem sobre a única academia que está fornecendo este curso, que tem ligação direta com a mesma empresa que ganhou a licitação envolvendo milhões, para prestar o serviço durante os jogos do mundial.

O portal de noticias 24 Horas News apurou ainda que uma discussão entre a Polícia Militar e a Secretaria da Copa, já que a discussão ficou por conta de um possível apoio da PM dentro do estádio. Mas se isso acontecer a PM terá que disponibilizar cerca de mil homens por jogo, para fazer a segurança dento e fora da Arena e pelo que tudo indica está não é a intenção do policiamento. O Governo não conseguiu ainda sequer contratar mais policiais.

Nas próximas horas, o governador Silval Barbosa terá que usar do seu poder para tentar resolver este problema, atropelando uma conduta federal de segurança. A queda de braços entre Silval e Polícia Federal poderá ter um desfecho que não irá agradar a população cuiabana.

O jogo entre Mixto e Santos, na quarta-feira, terá lotação máxima permitida na Arena Pantanal: 20 mil torcedores. Os ingressos já estão todos negociados. Caso o governador não consiga uma solução para cumprir o ‘padrão de segurança’ da Polícia Federal os jogos serão transferidos para outras cidades do pais.

A Arena Pantanal vem apresentando problemas desde a demolição do antigo Verdão, com os caminhões que retiraram os entulhos. Os problemas são sucessivos, passando por orçamento que ficou muito acima do esperado, com as irregularidades com a compra das cadeiras superfaturadas, com incêndio em uma das bases do estádio, que até o momento não passou por uma análise técnica. O Conselho Regional de Engenharia (Crea) não garante a segurança do local.

Para ‘fechar’ a série “Arena Pantanal e seus problemas”, na última semana, a presidente Dilma Rousseff cancelou sua viagem a Cuiabá para fazer a inauguração da praça esportiva. Uma das alegações é devido a falta de conclusão da obra, já que nem 50% das cadeiras estão montadas, fora outros detalhes.



Fonte: Lauro Nazário/Redação 24 Horas News (foto: Edson Rodrigues)

0 comentários:

Postar um comentário

 
Blogger Templates