Subscribe:

Ads 468x60px

25 de maio de 2014

Articulação de Lula barra dissidências e Dilma retém maior parte dos aliados

Dilma-e-Lula-se-liga
O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a presidente Dilma Rousseff conseguiram, às vésperas das convenções partidárias de junho, reverter a onda negativa no meio político e estancar dissidências na base aliada. O PT caminha agora para ter uma ampla coalizão de dez partidos, a maior desde a primeira candidatura presidencial, em 1989. O arranjo de forças deve dar a Dilma o triplo do tempo de TV do seu principal adversário, o senador Aécio Neves (PSDB-MG).
Segundo o Estadão, isso foi possível após a combinação de alguns aspectos, como a recuperação de Dilma nas pesquisas, apontada pelo Ibope na quinta-feira, além da concessão de cargos aos aliados. Mas foi a articulação direta de Lula com os dirigentes partidários, nos últimos 15 dias, que possibilitou a reversão do cenário. Só na semana passada, Dilma assegurou a adesão do PTB e o “pré-apoio” anunciado pelo PP. Até o PROS, que apresentava problemas, indica entrada na aliança.

0 comentários:

Postar um comentário

 
Blogger Templates