Subscribe:

Ads 468x60px

8 de julho de 2014

Copa: Polícia vai pedir prisão preventiva de 12 por venda ilegal de ingressos

A Polícia Civil vai encerrar hoje (8) o inquérito da Operação Jules Rimet, que investiga um esquema de venda ilegal de ingressos para a Copa do Mundo. O delegado responsável pelo caso, Fábio Barucke, disse que indiciará 12 pessoas pelos crimes de associação criminosa e cambismo (venda de ingressos por preço acima do impresso no tíquete) e pedirá a prisão preventiva dos envolvidos.
Entre os indiciados está Raymond Whelan, diretor da empresa Match Hospitality, que tem direitos exclusivos para a venda de pacotes de hospitalidade da Copa de 2014 (que inclui além de ingressos, serviços como acesso a áreas exclusivas dos estádios, buffet e estacionamento). Whelan chegou a ser preso ontem pela polícia, mas foi solto na madrugada de hoje, por determinação da Justiça do Rio. Mais 11 envolvidos no esquema já tinham sido presos temporariamente há uma semana.

0 comentários:

Postar um comentário

 
Blogger Templates