Subscribe:

Ads 468x60px

COLUNA DORJIVAL SILVA

O caso da refinaria sepulta as invencionices ufanistas de Lula e Dilma.



No comício promovido por Lula para oficializar a saída de José Eduardo Dutra e a chegada de José Sérgio Gabrielli, o Brasil ficou sabendo que a Petrobras seria presidida por um gênio da raça disfarçado de economista baiano. “O companheiro José Sérgio Gabrielli  se transformou num dos mais importantes diretores financeiros que a empresa já teve em toda a sua história”, informou o palanque ambulante em 22 de julho de 2005. Mas nem todos enxergam tão longe, revelou a continuação do palavrório.
“Não faltaram pessoas que me diziam assim: o mercado não vai gostar, o mercado vai reagir, é melhor deixar quem está lá”, foi em frente o recordista brasileiro de bravata & bazófia. ”Como eu não tenho nenhuma relação de amizade com o mercado, resolvi indicar quem eu queria”. Pelo que disse no dia da posse, o que ele queria (e encontrou) era alguém capaz de acumular a presidência da OPEP com a coordenação do carnaval de Salvador. Como até gente assim pode precisar de conselhos, lembrou a Gabrielli que, caso quisesse ajuda, bastaria recorrer à onisciente e onipresente Dilma Rousseff, chefe da Casa Civil e presidente do Conselho de Administração da Petrobras.
Ainda em 2005, a sumidade descoberta por Lula encampou a grande ideia de Nestor Cerveró, diretor da Área Internacional: comprar por US$ 360 milhões metade de uma refinaria no Texas que a empresa belga Astra Oil havia adquirido meses antes por US$ 42,5 milhões. Com a ajuda de outro diretor, Paulo Roberto Costa, Cerveró produziu o “resumo executivo” apreciado em 3 de fevereiro de 2006 pelo Conselho de Administração. Foi uma decisão desastrosa, comprovou o desfecho do negócio: em 2012, para encerrar a disputa judicial iniciada cinco anos antes, a Petrobras pagou mais US$ 820 milhões à Astra Oil e transformou-se na única proprietária de uma refinaria inútil.
Feitas as contas, a aquisição da velharia no Texas, sugerida por Gabrielli e aprovada por Dilma, custou US$ 1,18 bilhão ─ ou 2,8 bilhões de reais, que poderiam ter atendido a angustiantes urgências do viveiro de miseráveis fantasiado de potência emergente. Só nesta semana a supergerente mandona que tudo quer saber, e confere até o custo do cafezinho, resolveu enxergar o monumento à inépcia, à vigarice e à gatunagem. Com a candura de uma Filha de Maria, alegou desconhecer a existência de cláusulas leoninas infiltradas no contrato. Bastaria ter lido os documentos colocados à disposição da presidente do Conselho.
Em outubro de 2010, todos no Planalto sabiam da história inverossímil. Menos Lula, reiterou a visita do maior governante desde Tomé de Souza ao campo de Tupi. “Quando a gente quiser ter orgulho de alguma coisa neste país a gente lembra da Petrobrás, de seus engenheiros, de seu geólogos, do pessoal que é a razão maior do orgulho, mais do que o Carnaval, do que o futebol”, recomeçaram as invencionices ufanistas. “A Petrobrás é a certeza e a convicção de que este país será uma grande nação. É a prova mais contundente de que o brasileiro é capaz, é inteligente, não é de segunda classe”.
Na quarta-feira, quando o Estadão incorporou a presidente da República ao espetáculo da indecência, a movimentação dos atores ampliou a afronta ao país que presta. Em campanha no Ceará, Dilma recusou-se a comentar o absurdo: estava lá para não dizer coisa com coisa sobre “mobilidade urbana”. Gabrielli, agora secretário do Planejamento da Bahia, culpou a “crise internacional” pelo negócio suspeitíssimo. Nestor Cerveró, hoje diretor financeiro da BR Distribuidora, saiu de férias. Paulo Roberto Costa está preso, mas por outro motivo: a polícia descobriu que deixou a Petrobras para continuar enriquecendo numa quadrilha especializada em lavagem de dinheiro.
Afônico de novo, Lula sussurrou a alguns amigos que Dilma não deveria ter confessado o que fez. Daqui a alguns dias vai recuperar a voz para jurar que não sabe de nada. Como os afilhados Dilma e Gabrielli, como os demais sacerdotes da seita que o venera, o padrinho e Grande Pastor sempre soube de tudo. Recitando que o petróleo é nosso, os donos do poder privatizaram a empresa agora reduzida a caso de polícia. A Petrobras é do PT. Só é nossa a conta bilionária.
Augusto Nunes

Coluna semanal de Dorjival Silva

As eleições estão chegando. Acorda eleitor!

O índice de mortalidade, principalmente nas grandes cidades, está ganhando, disparado, das muitas guerras civis que vemos mundo afora. O número de pessoas assassinadas está ficando assustador e incontrolável. Não temos mais segurança em qualquer hora ou lugar.

Os bandidos, infelizmente, estão vencendo as forças do bem. São eles que mandam agora e ninguém pode, ou não quer, fazer nada. Os políticos e as autoridades não são atingidos, porque não convivem nos meios populares diariamente. Moram em residências seguras, possuem carros blindados e só viajam de avião.

Para eles, pouco importa que as pessoas comuns estejam morrendo nas ruas ou nas estradas, assassinadas ou vítimas de acidentes.  Grande maioria dos políticos só faz aquilo que lhes traga alguma vantagem pessoal, seja financeira ou até mesmo política.

As nossas leis estão ultrapassadas há décadas e necessitam de mudanças urgentes. A impunidade está alimentando a bandidagem. As eleições estão chegando e nós, eleitores, precisamos agir e remover da política grande parte dos atuais políticos.



Joelci Ferrari
O empresário brasnortense Joelci Ferrari foi entrevistado no início deste mês, pelo jornal Correio do Lago, da cidade de Santa Helena (PR). O noticioso abordou aspectos da trajetória política de Ferrari quando atuou naquele município, há 25 anos, como vereador em dois mandatos e foi cotado para ser prefeito. Boa entrevista.

Médica Tereza e dentista Greziéle Passamani

Combate às drogas
Muito importante um trabalho realizado pelo pessoal da saúde de Brasnorte na semana passada. Foram várias palestras dirigidas à população enfocando o perigoso mundo das drogas ilícitas. Eventos como esses precisam ser realizados com mais frequência englobando também a zona rural.

Escola Modelo

Escola Modelo
Com perspectivas de ter suas obras concluídas ainda neste semestre (antes das eleições para dar moeda eleitoral ao pessoal do governo), a Escola Modelo ou Atrativa de Brasnorte, só deverá passar a atender à sua finalidade em 2015. Depois dizem que o atendimento ao povo é prioridade. Mentira.

Alexandra Lima

Vereadora Alexandra
A vereadora Alexandra Lima visitou o escritório do jornal Gazeta do Noroeste. Em conversa informal com este diretor, a parlamentar abordou assuntos diversos relacionados à política local e informou que agora também está tendo uma residência na cidade. Sua residência oficial, porém, continua sendo na Comunidade Rural São Bento, próxima à grande maioria de seu eleitorado.

Distrito Água da Prata

Água da Prata
Há no silêncio uma considerável vontade dos moradores do Distrito de Água da Prata, em Brasnorte, de ter o servidor público conhecido por “Batistão”, como candidato a vice-prefeito nas próximas eleições municipais. Como já disse outrora, Batistão tem nome, prestígio e muitos serviços prestados por meio de sua família à essa comunidade. 


Samuel Alves

Samuel Alves
O advogado Samuel Alves que militou por quase dois anos em Brasnorte, fechou seu escritório, dispôs à venda seus bens, e se mudou com a família neste mês para Santa Cruz de La Sierra, Bolívia. No país vizinho se tornou juntamente com sua esposa, estudantes do curso de Medicina. Em seu tempo extra escolar está atuando no ramo de restaurantes. Boa sorte!

Silval Barbosa
Pedágio na MT-170
Não duvidaria nada da possibilidade da MT-170, que passa em Brasnorte, ser “vendida” também por Silval Barbosa (PMDB) caso demorasse mais uns seis meses após o fim de seu governo. Ele alega que o estado não dispõe de condições financeiras para manter em boas condições as suas rodovias. Será mesmo que um estado tão rico quanto o nosso não tem competência para pelo menos cuidar de suas rodovias? Seria necessário o pedágio para todas elas?

Brasnorte
Ficha Limpa em Brasnorte
No próximo 19 de março, a Lei Municipal 1.547/2013 que institui a chamada Ficha Limpa no município de Brasnorte, completa 6 meses de sancionada pelo prefeito Tarcísio Aguiar. O autor da Lei, vereador Roberto Preto disse à coluna que ainda não sabe se algum servidor da administração municipal esteja enquadrado nela. Mas, deixou claro que se algum cidadão sabe de algo que comprometa a algum servidor em relação à Lei, terá todo direito de denunciar aos órgãos competentes para que as medidas cabíveis sejam adotadas.  

Publicada em 20/02/2014

-------------------------------------------------------------

Coluna semanal de Dorjival Silva

MOBILIDADE URBANA
É uma piada falar em mobilidade urbana quando se trata de andar pelo centro das cidades do interior de Mato Grosso, as calçadas são tomadas por todo tipo de obstáculos, desde a irregularidade na altura, até a ocupação por mercadorias de camelôs e vendedores ambulantes, quando não são os próprios lojistas que expõem suas mercadorias no passeio. É um verdadeiro sacrifício, para idosos, deficientes ou cadeirantes circularem pelo centro dessas cidades. Bem que as autoridades responsáveis pela a área poderiam tomar as providências. De vez.

Magistério
O Ministério da Educação (MEC) informou na última quarta-feira (29) oficialmente, o reajuste do piso salarial do magistério. O valor, que é reajustado anualmente, como determina a Lei do Piso (Lei 11.738/2008), aumentará 8,32%, chegando a R$ 1.697. 


Caminhada
Há um mês estou praticando caminhadas numa área pública em frente ao Hospital de Brasnorte. Um espaço excelente que poderia ficar melhor caso fosse transformado numa ampla área aberta de esportes e lazer para a comunidade. Uma obra nos moldes que estou pensando modernizaria completamente o centro da cidade, incentivaria às saudáveis práticas esportivas e contribuiria muito com a saúde dos desportistas.

Frigorífico de Brasnorte
Há um silêncio ensurdecedor da parte de todos quando o assunto gira em torno da conclusão das obras do Frigorífico de Brasnorte. Meu Deus do Céu, por favor, me revela o que está acontecendo nos bastidores de tudo isso porque meus olhos míopes não estão conseguindo enxergar!  Por que a cidade está tão calada ante a possibilidade de sofrer o maior prejuízo moral e econômico de sua História?

Escola Modelo
Obra construída com recursos dos governos federal, estadual e municipal, a Escola Atrativa de Brasnorte ainda está sem data para ser útil à carente população local. A construção que vem se arrastando desde setembro de 2010, há quase 4 anos, sequer recebeu uma mão de tinta até esta data. Também sem entender o que vem acontecendo nos bastidores em relação aos atrasos nessa obra, apelo mais uma vez ao Divino, para me mostrar o que meus olhos míopes não estão conseguindo enxergar.

Paradeiro preocupante
Empresários e comerciantes de Brasnorte têm manifestado preocupação com a “paradeira” que grassa sem parar em nosso município. Ninguém vende e ninguém compra. Não seria precipitado afirmar que poucos segmentos estariam satisfeitos com o caminhar da economia brasnortense neste começo de ano. Alguma coisa precisa ser feita, urgente, visando reverter o lamentável quadro.

Imóveis à venda
Percebe-se claramente a cada dia que passa um aumento significativo na quantidade de imóveis urbano e rural à venda em nosso município. Não precisa ser especialista para dizer que esse cenário se configura como algo indesejável. Se brasnortenses estão pondo placa de Venda em seus imóveis isso pode ser um indicativo que eles estão querendo buscar outras plagas. Deixando-nos para trás. Isso também me preocupa.

Sede social
O sindicalista Daniel Ferreira Júnior (foto) informa que o maior alvo a ser pleiteado pelo Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Brasnorte, na atual gestão, é a aquisição de um imóvel e a construção de sua sede social. Sem dúvidas, esse espaço proporcionará muito mais dignidade e respeito a quem com tanto desvelo serve à população. Também quero participar dessa luta.

Pedro Taques
O senador Pedro Taques (PDT) anunciará em breve uma visita a todas as cidades da região noroeste de Mato Grosso. Devendo passar por Brasnorte, se reunirá com os pedetistas e aliados locais e manterá contatos com as autoridades políticas do município para conhecer suas principais necessidades. Taques deverá ser candidato a governador com apoio do DEM, PSDB, PSB, PPS, PV, PTB, PR e outras legendas. Aguardemos pois!


DORJIVAL SILVA - Publicada semanalmente no jornal Gazeta do Noroeste - MT.
DATA DA PUBLICAÇÃO: 01 a 08  de fevereiro de 2014.
AUTOR: Dorjival Silva
FONTES: Imagens pessoais e do Google. 

 
Blogger Templates